Arquivo da categoria: culinária

Dia dos Namorados: Comidinhas pra fazer em casa

Por Ju Ramil

É, acho que isso tá mesmo virando um especial dia dos namorados!! Hahhaha! Além das dicas de Restaurantes que eu já escrevi no último post, resolvi ajudar quem pretende fazer tudo em casa!

Pra começar o dia, nada melhor que o café-da-manhã! De preferência na cama, nada melhor do que essa surpresa ao acordar né?! Fofo!

Eu, particularmente, acho aquelas cestas tradicionais de dia dos namorados muito clichê e sem criatividade. Claro que de alguns restaurantes bacanas a cesta é bem-vinda, mas acho muito fofo quando é preparada com cuidado é atenção.

Você pode preparar uma cesta com quitutes que seu namorado (ou sua namorada se você for homem-leitor-do-blog ou gay! Todos são bem-vindos!!) mais gostar. Não deve ser difícil pensar em alguns itens que ele (ou ela) comem com freqüência ou comentam gostar. Embalagens mais práticas como caixinhas (de suco ou toddyinho) ou sucos naturais em embalagens fechadas (como os do Hortifruti e Zona Sul). Nutella ou geléia para o pão! Se optar por cream cheese, requeijão ou manteiga, os saches são melhores! E quitutes que não são necessariamente parte do café da manhã podem ser incluídos como um “extra” afinal nesse momento vale tudo…  chocolates, balas, mini-espumantes, sorvetes, cupcakes e até presentinhos como produtos de beleza (hidratantes, óleos, sabonetes, etc).

Outra opção mais simples (e mais barata) que não perde nem um pouco o encanto é um simples café na cama. Capriche na bandeja, na escolha das louças e não esqueça uma flor para dar um toque especial. O importante é ter coisas gostosas e fresquinhas (pão quentinho, suco feito na hora, café quente, frutas cortadas). Acorde um pouquinho mais cedo e prepare uma bandeja para vocês dois comerem deitadinhos. Ah! E não vale acordar cutucanto nem com o barulho do liquidificador: coloque uma música calminha, faça um carinho…. nada pior do que acordar de mau humor no dia dos namorados!

Para preparar o almoço ou jantar eu indico reler as receitas já indicadas aqui como a de Risotto Pomodoro, Molho branco rápido, Crepes… e não esqueça é claro de comprar o vinho (de preferência o Lambrusco).

Mas pra quem ficou com água na boca de ver o Hansl e a Casa da Suiça (no post anterior!) eu resolvi ensinar a fazer um fondue fácil demais pra fazer em casa!!!

Esses são uns dos muitos tipos de “massas” prontas de fondue para fazer em casa e custam por volta de R$18 a R$28. O Fondue nada mais é que queijos (bons queijos) fundidos (derretidos juntos) e bem temperados. Você pode tentar fazer a receita comprando os queijos (Gruyere e Emmental) mas eu juro que a melhor opção é comprar esses semi-prontos.

Eles já vem pseudo-temperados e tem instruções de como fazer na embalagem…

Basicamente eu faria o seguinte: começaria numa panela e depois (quando quentinho, passaria para o réchaud (aquelas panelinhas de fondue).

Para dar um gostinho especial eu passaria alho na panela para dar gosto (esfregar um dente de alho mesmo), acrescentar o pacotinho de fondue pronto e meia taça de vinho branco. Quem gostar vale um pouco de noz-moscada e pimenta-do-reino. Derreter e misturar até que esteja tudo homogêneo e servir.

Ah, e claro: não vale esquecer do pãozinho pra comer com o fondue! Torradinhas são ótimas, feitas de baguette ou pão francês, corte em pedacinhos e leve ao forno até dar uma douradinha de leve.

Para caprichar ainda mais vale usar champignon ou batatinhas pequenas cozidas. Outras coisas também devem ir bem, mas nunca testei. Como aspargos, tomatinhos… é fácil né? Muita coisa combina com queijo!

Quem não tem o Réchaud de Fondue pode fazer mesmo assim (preparar numa panela) servindo em potinhos individuais (porções menores para o queijo não endurecer, mesmo que precise repor os potinhos). Ou pode aproveitar o dia dos namorados e presentear com o Réchaud e o fondue! Existem diversos tamanhos, marcas e modelos de diversos preços. Google it.

Para quem quiser também tem “massa de fondue” de chocolate a venda nos supermercados! E aí é só caprichar nas frutas! Ou uma boa substituição é a nutella que pode ser servida com frutas ou com palitinhos de biscoito (aqueles de sorvete).

Quem quer algo um pouco mais simples mas não menos romântico: capriche nos queijos e vinhos. Infalível. Quase uma ida a Paris! Uma boa variedade de queijos como brie (com uma geléia de damasco então, cai muito bem), chevre, gruyere, emmental, camembert, roquefort, parmesão, provolone, etc. Pães e um bom azeite (se possível com sal e pimenta) e algumas frutas deixam ainda mais completo. E claro, não esqueçam do vinho. Certamente existem mais tipos além do Lambrusco (mas esse é o que eu tomo e o que eu indico!) que caem muito bem nesse “jantar”.

Lembrem-se!!! Velas: são românticas, clichês, bregas e fazem parte do dia dos namorados. Use e abuse. Hahahaha

Beijos,

Ju*

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em comportamento, culinária

Dia dos Namorados: restaurantes!

Por Ju Ramil

É gente, faltam poucos dias para o Dia dos Namorados e todos nós sabemos o quanto esse dia é maravilhoso para o comércio! Hahahah

Ai de algum namorado que esqueça essa data ou deixe passar de qualquer jeito. E resolvi começar a semana indicando lugares gostosos aqui no Rio para não deixar a data passar em branco.

Quem não tem namorado: não perca tempo e marque um café da manhã, almoço ou jantar com suas melhores amigas! Não fiquem em casa deprimidas porque vocês não merecem! Se arrumem que nem divas e saiam pra rua! E terminem a noite numa balada ou num bom barzinho!! ;) Vou tentar fazer um post de lugares para os solteiros no dia dos namorados!!!

Mas enfim, vale lembrar para as mocinhas e mocinhos que pretendem sair nesse dia que é o dia mais lotado do ano em todos os restaurantes (e motéis, reza a lenda) da cidade. Se já está difícil de sair no Rio de Janeiro nos fins de semana normais, imagina no próximo sábado. Por isso, se o restaurante oferecer reserva (muitos não aceitam nessa data), não hesite em reservar com antecedência. Caso não haja possibilidade de reserva: vá cedo e tenha sempre uma segunda opção.

Vamos lá….

Café da Manhã/ Brunch:

Não tem nada mais gostoso e chique que um belo café da manhã (ou Brunch pros que acordam tarde). Seja na rua ou em casa… E o Rio tem inúmeras boas opções!  Pena que meu namorado já vetou a possibilidade porque ele odeia acordar cedo e não toma café da manhã.

Cafeína:

Eu particularmente adoro o Cafeína em todas as épocas do ano, mas nesse clima de friozinho fica ainda melhor. Tem muitas opções para montar seu próprio pedido (waffles, ovos, pães, bolos) ou então escolher as opções prontas de Café da Manhã que vão desde a opção expressa (R$12,90) à opção para duas pessoas (R$49,90).

Para quem quiser as cestas de café da manhã de lá, tem muitas opções a partir de R$67 e uma Cesta Especial Dia dos Namorados por R$93,50.

Existem vários endereços mas o meu preferido é no Leblon: Av. Ataulfo de Paiva, 1321 Tel.: 2259-6288.

Para saber outras filiais entre no site!

Garcia e Rodrigues:

O tradicional (e chiqueee) restaurante do Leblon tem café da manhã no esquema Buffet a partir das 8h da manhã. São pães artesanais, ovos mexidos, salmão marinado, frios, queijos importados, lingüiça grelhada com batata, iogurte, frutas e bolos. Custa R$24,80 por pessoa.

Avenida Ataulfo de Paiva, 1251, Leblon, Tel:2512-8188.

Café do Forte – Confeitaria Colombo


Quem nunca foi ao Forte de Copacabana não deveria perder essa oportunidade. O Café do Forte tem uma vista maravilhosa (toda a famosa orla de Copacabana). Existem diversas opções no cardápio mas o preço médio para duas pessoas é de R$40. Vale lembrar que a Confeitaria Colombo não faz reservas nos fins de semana e abre as 10h.

Forte de Copacabana, Avenida Atlântica, Posto 6, Copacabana, tel 32014049. Acesso ao forte custa R$ 4,00 (ou R$2,00 com carteirinha de estudante) com estacionamento.

Escola do Pão:


Definido por muitos como “Caro, mas inesquecível”, a Escola do Pão tem, obviamente, como opção principal uma grande diversidade de pães.

Rua General Garzon 10 – Lagoa tel: 22940027.

Café Galeria no Instituto Moreira Salles:

O Instituto Moreira Salles é um casarão lindo na Gávea que além de abrigar exposições, cinema e cursos, tem um lindo jardim de Burle Marx. E é nesse jardim que funciona a cafeteria do IMS que oferece cafés da manhã nos fins de semana (das 11h as 13h).

Endereço: Rua Marquês de São Vicente, 476 – Gávea.

Casa da Táta:

Um microbistrozinho numa rua na Gávea poderia passar desapercebido se não fosse a Casa da Táta. Duas opções de café da manhã (uma a R$18,50 e outra a R$27) oferecem um cardápio tradicional e bem gostoso de café da manhã. Quem quiser tomar o café na cama, eles entregam (e depois resgatam a louça) na casa da pessoa (desde que seja na Gávea, Jardim Botanico, Lagoa, Leblon e Ipanema) por R$58,00 e pode ter itens escolhidos no site.

Rua Professor Manoel Ferreira, 89 Gávea. Tel 25110947

Almoço:

Me deparei com uma situação engraçada: nem todos os restaurantes que abrem a noite e no almoço de domingo, abrem no sábado. Desculpa se isso não é novidade pra vocês, mas eu fiquei chocada. Claro que os restaurantes de shopping acabam abrindo, mas eu quis fazer uma seleção de restaurantes mais especiais para almoçar nesse dia. Pelo visual e decoração deve valer a pena comer a luz do dia e não a luz de velas. E o almoço acaba sendo uma ótima pedida para preencher o dia, se você já tiver outra idéia para a noite (como um jantar a luz de velas em casa! ui).

Zazá Bistro:

Um bistrô lindo em Ipanema com cardápio inusitado. Além do a-la-carte normal, eles prepararam 3 opções de cardápios para o Dia dos Namorados (entrada+prato principal+sobremesa) por R$260 reais o casal (por mais R$30 adicione uma garrafa de espumante).

Rua Joana Angelica, 40 – Ipanema. Tel: 22479101

Eñe:


Cozinha catalã com uma vista linda para a praia de São Conrado. Opções de tapas, paellas, pescados e cavas (espumante espanhol).  Tem promoção do dia dos namorados por R$120 cada (refeição completa) e ainda ganha um kit da Granado.

Hotel Intercontinental: Av. Prefeito Mendes de Moraes, 222 – São Conrado – Rio de Janeiro – RJ – Telefone: 21 3322-6561

Aprazível:


Cozinha bem brasileira, preços caros e um visual enlouquecedor. Restaurante em Santa Tereza (lá em cima mesmo) num casarão e ótimos ambientes e decoração rústica. Vale uma entrada no site (até para saber o caminho).

Rua Aprazível, 62 – Santa Tereza. Tel: 2508-9174

Quadrucci

Mais um endereço badalado do Leblon, cozinha contemporânea com muitos sabores sofisticados no cardápio.

Rua Dias Ferreira, 233 – Leblon. Tel: 2512-4551

Lorenzo Bistrô


No Jardim Botânico mas com clima de Paris: varandinha, toldo, um ótimo couvert e opções gostosas e bem servidas de comidinhas de Bistrô.

Rua Visconde de Carandal, 2 – Jardim Botanico. Tel 22947830

Jantar:

Dia dos Namorados é quase sinônimo de jantar fora. Pra quem optar vale não esquecer de fazer reserva e escolher um lugar aconchegante e romântico.

Hans’l


Um restaurante de comida Austríaca com opções de carnes e fondues. Super romântico: vista linda e a luz de velas! Mais no site!
Rua Professor Júlio Lohman, 132 Alto do Joá Tel.: 2493-0279

66 Bistrô:

Quer algo mais chique do que o Bistrô de Claude Troisgros? Por R$99 (por pessoa) você come entrada, prato principal e sobremesa.

Rua Alexandre Ferreira, 99 – Jardim Botanico. Tel: 22660838

Casa da Suiça:

Nesse friozinho que tem feito, lá tem ótimas opções de Fondue.Veja mais opções no cardápio no site.

Rua Candido Mendes, 157 – Glória Tel.: 2252-5182 / 2252-2406

Gero:

O primeiro restaurante Fasano a abrir no Rio é caro e chique, mas promete ser delicioso.

Rua Aníbal de Mendonça, 157 – Ipanema. Tel: 2239-815

El Palomar:


Sem dúvidas um dos meus restaurantes preferidos. Eu amo comida mexicana e o El Palomar tem um cardápio completo e bem preparado. Além da decoração super charmosa da filial do Barra Point (também tem no Rosas). Av Armando Lombardi, 350 – Barra da Tijuca (Shopping Barra Point) .Tel 2494 6218.

Le Blé Noir:


Acho que ganha do El Palomar nos meus preferidos. É literalmente uma viagem à França, mas é logo ali em Copacabana. É crepe da Bretanha (não dá nem pra comparar com os ChezMichous da vida), com recheios caprichados e uma saladinha que não dá pra deixar no prato.
Rua Xavier da Silveira, 19 – Copacabana. Tel: 22676969

Pra qualquer horário:

Bons lugares para complementar seu dia dos namorados! Um lanche ou mesmo almoço e jantar. E quem sabe sobremesa? Hmmmm

Andy’s:


Hot Dogs e Sanduiches, além de um delicioso milkshake! Com um ótimo atendimento e amplo horário de atendimento. Leia mais no nosso post só sobre o Andys.

Prima Bruschetteria: Super badalação do Leblon, está sempre lotado. Além de muitas bruschettas, também tem risotos deliciosos. Além é claro de um bom Lambrusco para acompanhar! Mais no site!

Mil Frutas:

Em São Conrado, Barra, Leblon, Ipanema e Jardim Botanico, a sorveteria que existe desde 88 pode ser um ótimo passeio, ou mesmo uma sobremesa.Muitos e muitos sabores diferentes. http://www.milfrutas.com.br/

Envidia:


Um dos pontos mais charmosos (e românticos) da Dias Ferreira, a chocolateria tem mais de 50 tipos de chocolates (belga!!) e segundo minha mãe “O melhor sorvete de limão da cidade”. Fica aberto de 11h40 as 20h.

Rua Dias Ferreira, 106 Loja A – Leblon. Tel 2512-1313

É gente, opção é o que não falta: agora a dúvida é cruel para escolher.

E vocês? Já decidiram pra onde ir?

Beijos,
Ju*



Onde comer no Dia dos Namorados!

Por Ju Ramil

É gente, faltam poucos dias para o Dia dos Namorados e todos nós sabemos o quanto esse dia é maravilhoso para o comércio! Hahahah

Ai de algum namorado que esqueça essa data ou deixe passar de qualquer jeito. E resolvi começar a semana indicando lugares gostosos aqui no Rio para não deixar a data passar em branco.

Quem não tem namorado: não perca tempo e marque um café da manhã, almoço ou jantar com suas melhores amigas! Não fiquem em casa deprimidas porque vocês não merecem! Se arrumem que nem divas e saiam pra rua! E terminem a noite numa balada ou num bom barzinho!! ;) Vou tentar fazer um post de lugares para os solteiros no dia dos namorados!!!

Mas enfim, vale lembrar para as mocinhas e mocinhos que pretendem sair nesse dia que é o dia mais lotado do ano em todos os restaurantes (e motéis, reza a lenda) da cidade. Se já está difícil de sair no Rio de Janeiro nos fins de semana normais, imagina no próximo sábado. Por isso, se o restaurante oferecer reserva (muitos não aceitam nessa data), não hesite em reservar com antecedência. Caso não haja possibilidade de reserva: vá cedo e tenha sempre uma segunda opção.

Vamos lá….

Café da Manhã/ Brunch:

Não tem nada mais gostoso e chique que um belo café da manhã (ou Brunch pros que acordam tarde). Seja na rua ou em casa… E o Rio tem inúmeras boas opções!  Pena que meu namorado já vetou a possibilidade porque ele odeia acordar cedo e não toma café da manhã.

Cafeína:

Eu particularmente adoro o Cafeína em todas as épocas do ano, mas nesse clima de friozinho fica ainda melhor. Tem muitas opções para montar seu próprio pedido (waffles, ovos, pães, bolos) ou então escolher as opções prontas de Café da Manhã que vão desde a opção expressa (R$12,90) à opção para duas pessoas (R$49,90). http://www.cafeina.biz/paginas_conteudo/cardapio.aspx

Para quem quiser as cestas de café da manhã de lá, tem muitas opções a partir de R$67 e uma Cesta Especial Dia dos Namorados por R$93,50.

Existem vários endereços mas o meu preferido é no Leblon: Av. Ataulfo de Paiva, 1321 Tel.: 2259-6288.

Para saber outras filiais: http://www.cafeina.biz/paginas_conteudo/nossas_lojas.aspx

Garcia e Rodrigues:

O tradicional (e chiqueee) restaurante do Leblon tem café da manhã no esquema Buffet a partir das 8h da manhã. São pães artesanais, ovos mexidos, salmão marinado, frios, queijos importados, lingüiça grelhada com batata, iogurte, frutas e bolos. Custa R$24,80 por pessoa.

Avenida Ataulfo de Paiva, 1251, Leblon, Tel:2512-8188.

Café do Forte – Confeitaria Colombo

Quem nunca foi ao Forte de Copacabana não deveria perder essa oportunidade. O Café do Forte tem uma vista maravilhosa (toda a famosa orla de Copacabana). Existem diversas opções no cardápio mas o preço médio para duas pessoas é de R$40. Vale lembrar que a Confeitaria Colombo não faz reservas nos fins de semana e abre as 10h.

Forte de Copacabana, Avenida Atlântica, Posto 6, Copacabana, tel 32014049. Acesso ao forte custa R$ 4,00(ou R$2,00 com carteirinha de estudante) com estacionamento.

Escola do Pão:

Definido por muitos como “Caro, mas inesquecível”, a Escola do Pão tem, obviamente, como opção principal uma grande diversidade de pães. Fica na Rua General Garzon 10 – Lagoa tel: 22940027. VALOR

Café Galeria no Instituto Moreira Salles:

O Instituto Moreira Salles é um casarão lindo na Gávea que além de abrigar exposições, cinema e cursos, tem um lindo jardim de Burle Marx. E é nesse jardim que funciona a cafeteria do IMS que oferece cafés da manhã nos fins de semana (das 11h as 13h). VALOR Endereço: Rua Marquês de São Vicente, 476 – Gávea.

Casa da Táta:

Um microbistrozinho numa rua na Gávea poderia passar desapercebido se não fosse a Casa da Táta. Duas opções de café da manhã (uma a R$18,50 e outra a R$27) oferecem um cardápio tradicional e bem gostoso de café da manhã. Quem quiser tomar o café na cama, eles entregam (e depois resgatam a louça) na casa da pessoa (desde que seja na Gávea, Jardim Botanico, Lagoa, Leblon e Ipanema) por R$58,00 e pode ter itens escolhidos no site. http://www.dacasadatata.com.br/cafe_cama2.html

Rua Professor Manoel Ferreira, 89 Gávea. Tel 25110947

http://www.dacasadatata.com.br/home.html

Almoço:

Me deparei com uma situação engraçada: nem todos os restaurantes que abrem a noite e no almoço de domingo, abrem no sábado. Desculpa se isso não é novidade pra vocês, mas eu fiquei chocada. Claro que os restaurantes de shopping acabam abrindo, mas eu quis fazer uma seleção de restaurantes mais especiais para almoçar nesse dia. Pelo visual e decoração deve valer a pena comer a luz do dia e não a luz de velas.

Zazá Bistro:

Um bistrô lindo em Ipanema com cardápio inusitado. Além do a-la-carte normal, eles prepararam 3 opções de cardápios para o Dia dos Namorados (entrada+prato principal+sobremesa) por R$260 reais o casal (por mais R$30 adicione uma garrafa de espumante). Fica na Rua Joana Angelica, 40 – Ipanema. Tel: 22479101

Eñe:

Cozinha catalã com uma vista linda para a praia de São Conrado. Opções de tapas, paellas, pescados e cavas (espumante espanhol).  Tem promoção do dia dos namorados por R$120 cada INCLUI e ainda ganha um kit da Granado.

Hotel Intercontinental: Av. Prefeito Mendes de Moraes, 222 – São Conrado – Rio de Janeiro – RJ – Telefone: 21 3322-6561

Aprazível:

Cozinha bem brasileira, preços caros e um visual enlouquecedor. Restaurante em Santa Tereza (lá em cima mesmo) num casarão e ótimos ambientes e decoração rústica. http://www.aprazivel.com.br/

Rua Aprazível, 62 – Santa Tereza. Tel: 2508-9174

Quadrucci

Mais um endereço badalado do Leblon, cozinha contemporânea com muitos sabores sofisticados no cardápio.

Rua Dias Ferreira, 233 – Leblon. Tel: 2512-4551

Lorenzo Bistrô

No Jardim Botânico mas com clima de Paris: varandinha, toldo, um ótimo couvert e opções gostosas e bem servidas de comidinhas de Bistrô.

Rua Visconde de Carandal, 2 – Jardim Botanico. Tel 22947830

Jantar

Hans’l

Um restaurante de comida Austríaca com opções de carnes e fondues.
Rua Professor Júlio Lohman, 132 Alto do Joá Tel.: 2493-0279

66 Bistrô:

Quer algo mais chique do que o Bistrô de Claude Troisgros? Por R$99 (por pessoa) você come entrada, prato principal e sobremesa.

Rua Alexandre Ferreira, 99 – Jardim Botanico. Tel: 22660838

Casa da Suiça:

Nesse friozinho que tem feito, lá tem ótimas opções de Fondue. http://www.casadasuica.com.br/menu_cardap.htm

Rua Candido Mendes, 157 – Glória Tel.: 2252-5182 / 2252-2406

Gero:

O primeiro restaurante Fasano a abrir no Rio é caro e chique, mas promete ser delicioso.

Rua Aníbal de Mendonça, 157 – Ipanema. Tel: 2239-815

El Palomar:

Sem dúvidas um dos meus restaurantes preferidos. Eu amo comida mexicana e o El Palomar tem um cardápio completo e bem preparado. Além da decoração super charmosa da filial do Barra Point (também tem no Rosas). Av Armando Lombardi, 350 – Barra da Tijuca (Shopping Barra Point) .Tel 2494 6218.

Le Blé Noir:

Acho que ganha do El Palomar nos meus preferidos. É literalmente uma viagem à França, mas é logo ali em Copacabana. É crepe da Bretanha (não dá nem pra comparar com os ChezMichous da vida), com recheios caprichados e uma saladinha que não dá pra deixar no prato.
Rua Xavier da Silveira, 19 – Copacabana. Tel: 22676969

Pra qualquer horário:

Andy’s: Hot Dogs e Sanduiches, além de um delicioso milkshake! Com um ótimo atendimento e amplo horário de atendimento. Leia mais no nosso post só sobre o Andys. https://cuidedoseujardim.wordpress.com/2010/04/24/andy%E2%80%99s-sanduiches-e-um-otimo-atendimento/

Prima Bruschetteria: Super badalação do Leblon, está sempre lotado. Além de muitas bruschettas, também tem risotos deliciosos. Além é claro de um bom Lambrusco para acompanhar! http://primab.com.br

Mil Frutas:

Em São Conrado, Barra, Leblon, Ipanema e Jardim Botanico, a sorveteria que existe desde 88 pode ser um ótimo passeio, ou mesmo uma sobremesa. http://www.milfrutas.com.br/ Muitos e muitos sabores diferentes.

Envidia:

Um dos pontos mais charmosos (e românticos) da Dias Ferreira, a chocolateria tem mais de 50 tipos de chocolates (belga!!) e segundo minha mãe “O melhor sorvete de limão da cidade”. Fica aberto de 11h40 as 20h.

Rua Dias Ferreira, 106, Loja A – Leblon. Tel: 2512-1313

8 Comentários

Arquivado em comportamento, culinária

Mais uma receita: Risotto Pomodoro

Por Ju Ramil

Eu fiz essa receita há semanas mas perdi meu cartão de memória da câmera (hahahha) e só reencontrei hoje!

Mais uma receita fácil de aprender, até porque os crepes fizeram o maior sucesso. Foi dos posts mais vistos, apesar de sem comentários aqui no blog (alias, momento reclamação: vcs quase nunca comentam aqui ne galera? Só por twitter, MSN, gtalk, telefone… mas no blog raramente. COMENTEM). Enfim, várias pessoas fizeram os crepes e arrasaram (Ju Garcia, Lili e Julia Cunha até falaram cmg que fizeram sucesso).

E agora vou continuar minha saga a la Ana Maria Braga e ensinar a fazer um risoto que PARECE complicado mas é MUITO fácil.

Sei que não rola de fazer na madrugada quando bate a fome, mas experimentem fazer pra família de vocês! A minha adora, raspa o prato e lambe os beiços. ;)

Bom, vamos lá! Vocês vão precisar de:

Azeite, alho, cebola e sal

Tomate pelati (latinha que vende em qualquer supermercado, é um tomate sem casca com molhinho)

2 xícaras de arroz branco (o arbóreo usado normalmente em risotos demora muito pra cozinhar e aprendi a fazer essa receita com arroz normal mesmo)

1 litro de água fervente (aproximadamente)

1 lata de creme de leite

2 colheres de sopa de requeijão

1 saquinho de queijo ralado

Algum outro queijo que eu sugiro muzzarela de buffala ou gorgonzola.

Manjericão

FASE I :

Comece colocando a água para ferver (em uma chaleira ou panela separada) e lavando o arroz numa peneira e deixando secar.

Em uma panela (de preferência daquelas boas que não grudam embaixo) colocar um pouco de alho e cebola triturados e deixar dourar no azeite.

Logo depois colocar a lata de Tomate Pelati e esmagar os tomates para virar uma papinha.  Adicionar sal e o arroz e misturar. E logo depois adicionar um pouco da água fervente.

FASE II:

Eu nunca fiz arroz (apesar de sempre fazer risotos), mas acredito que o esquema seja o mesmo: você tempera, coloca o arroz e vai acrescentando água. Aos poucos o arroz vai inchando (absorvendo a água) até ficar no ponto certo: nem melequinha grudado, nem duro.

Aqui o processo é o mesmo: ir acrescentando água para cozinhar o arroz. Eu sei que cansa mexer o tempo todo, é quente, e tal. Mas é importante não deixar o arroz grudar no fundo, ok?

Eu sempre acrescento um pouco de água e vou vendo a evolução do cozimento. Dá super certo. Quando estiver ‘sequinho’ quase sem água, é hora de colocar mais um pouco de água fervente. Quando você achar que já está com carinha de arroz experimente um pouquinho e veja se está cozido. E na ‘provinha’ vale ver se está bom de sal, senão estiver: coloque mais um pouco.

FASE III:

Quando o arroz estiver no ponto certo (cozido, nem melequinha grudado nem duro) é a  hora dos queijos. Não pare de mexer nunca nesta fase proque senão gruda no fundo!

Misture o requeijão, queijo ralado e o queijo escolhido. Também acrescente umas folhinhas de manjericão. Por último o creme de leite. Misture bem e pronto!

Coloque uma folhinha de manjericão e polvilhe um pouco de queijo parmesão ralado por cima.

Bom apetite e contem como ficou! :)

Beijos,

AnaMaria

Ju

5 Comentários

Arquivado em culinária

Molho Branco Rápido

Por Ju Ramil

No meio da minha correria das gravações, cheguei em casa super cansada e com fome e meu irmão me perguntou com jeitinho se dava muito trabalho fazer um molho branco pra ele jantar…

Eu estava tão cansada que ia acabar comendo um iogurte e ia dormir, mas resolvi improvisar um molho pra ele e tirei fotos pra contar aqui!

É uma ótima opção pra salvar encrementar um miojo ou mudar um pouco do macarrão com ketchup (opção eterna do meu irmão).

Seguinte:

Em uma panela coloque um pouco de azeite com cebola e alho picados para dar gosto (eu usei aquele alho de potinho que compra pronto no supermercado porque estava sem paciência mesmo).

Aqui em casa sempre tem esses três igredientes: creme de leite, requeijão e queijo ralado.

Misturei os três, nessa ordem e coloquei um pouco de sal.

1 caixinha de creme de leite, 3 colheres de sopa de requeijão e 1 saquinho de queijo ralado. Só!

Juro!

Hahahah!

Claro que eu faço molhos brancos mais encrementados com queijos e temperos quando tenho tempo e paciência mas esse é ótimo pro improviso! :)

Espero que vocês gostem!

O João gostou:

Beijinhos,

Ju*

3 Comentários

Arquivado em culinária

Todos nós podemos ser chefes de cozinha!

Por Ju Ramil:

Eu acredito que todo mundo pode cozinhar, e bem. Apesar de alguns nascerem com certo talento pra coisa, acho que tem receitas que salvam as pessoas-comuns-do-mundo… Seguindo passo-a-passo, apredendo a temperar a seu gosto, é tudo uma questão de tentativas! =)

Minhas duas avós cozinham muito bem, e minha mãe também leva muito jeito (mesmoda falta de tempo). Apesar de me aventurar a ajudar na cozinha quando pequena, eu só comecei a me virar mesmo quando fiz intercâmbio e precisei aprender a cozinhar (afinal de contas, uma vegetariana não come bem em qualquer lugar do mundo).

Pedi umas dicas pra minha mãe e pra Márcia (minha empregada-amiga de anos). E minha tia Lu  me empurrou para o mundo das receitas-práticas e do improvise sua comida.

Apesar da falta de tempo e paciência para ir pra cozinha sempre, eu adoorooo me aventurar  a cozinhar pros outros e principalmente inventar minhas refeições!

Por isso que resolvi dividir algumas receitas aqui no blog… Acho que é inevitável, que nós mulheres, ou melhor, nós seres independentes (sem excluir os poucos homens que frequentam o blog), uma hora ou outra vamos parar na cozinha (e chega dessa coisa pré-adolescente de miojo o tempo todo, né?).

Bom, eu fiz Risotto Pomodoro no fim de semana e tirei mil fotos pra ensinar vocês (porque é fácil, prometo). Mas graças a minha falta de organização eu não faço a menor idéia de onde está o cartão de memória da minha câmera com as fotos.

Então, pra não deixar ninguém sem ter o que cozinhar essa semana, já que os crepes fizeram super sucesso (Ju Garcia, Lili e Julia Cunha fizeram e arrasaram), resolvi indicar dois outros blogs!

O primeiro é o Gengibre, da Carol Jardim. A Carol se formou comigo na faculdade (mas ela em jornalismo e eu em cinema) e desde então (fim de 2009) mantém um blog estilo wannabe JamieOliver. Quem não wannabe ele? Eu até casaria com ele.


Sempre quis comprar o livro dele mas nunca tive coragem porque achei que eu ia acabar não usando nunca. Mas através do blog da Carol me apaixonei e tenho vontade de comprar porque são receitas fáceis e gostosas.

Eles (Carol & Jamie) reaproveitam coisas da geladeira, improvisam, e deixam muita água na minha boca.

Olha a cara dessa batata assada com alecrim!!!

Tem até receita de Homus pra @licefurtado!!

Leiam e comentem (ela adora comentários!! Eu também!) : http://caroljardim.com/gengibre/

Outro blog que o Radar55 indicou hoje e eu já me apaixonei é o Chocolatria!

Quem escreve lá é a Simone Izumi (“arquiteta que virou chocolate”) e além de muitas receitas também tem várias dicas de lugares para comprar docinhos e sobremesas…

Quem AMA chocolate, corre pra lá. Mas se tiver de dieta melhor nem experimentar entrar!

Olha que delicia esse brigadeiro:

E esse aí eu vou tentar fazer um dia (só depois de emagrecer) e conto pra vocês:

Lembrei muito da Elissama (irmã da @emilydivino), que deveria ter seu proprio blog… Os doces que ela faz (alias, tudo que ela faz) é MARA… achei o Chocolatria a cara das irmãs Divino!!

Bom apetite pros que forem se aventurar no mundo das receitas! :) E por favor, contem pra gente como foi!

Prometo que vou procurar as fotos do Risotto!

Beijos grandes,

Ju

4 Comentários

Arquivado em culinária

Gostinho de Paris: crepes fáceis!

Por Ju Ramil

Quem não gosta de crepe?

capriche no visual hmmmmm

Essa receita é tão fácil que quem ensinou pra Ju foi o João, irmão dela (ele devia ter uns 15 anos na época, agora já tem 17 tá alto, bonito e é um partidão). E ai depois de anos fazendo a receita, a Ju foi jantar na casa da Tali pra ensiná-la a fazer e virar post aqui no blog! :)

Ótimo para quebrar o galho quando tá com fome e não tem nada na geladeira! Ótimo para fazer uma noite de crepes com os amigos!

Mole mole, fácil fácil.

Vamos lá!

Você precisará de: ovos, farinha e leite.

Eu costumo usar a receita 3x3x3, mas o importante é usar a mesma proporção entre os ingredientes.  Para cada ovo (unidade mesmo), 1 xícara de farinha e 1 xícara de leite.

Além dos ingredientes você precisará de: liquidificador, manteiga, frigideira, espátula e concha.

Como fazer?

Simples: bata os 3 ovos, as 3 xícaras de farinha e as 3 xícaras de leite no liquidificador.

Vai ficar um líquido begezinho claro…

Ai você pega a frigideira e passa um pouquinho de manteiga para não deixar a massa grudar.

E coloca um pouco menos de uma concha (se colocar a concha toda fica muito massudo e acaba ficando cru).

E mexe a frigideira pra espalhar todo o líquido e fazer o formato do crepe, redondo do tamanho da frigideira.

Aos poucos a massa vai cozinhando e vai formando uma casquinha nas bordas. Com ajuda da espátula já vai levantando as bordas para desgrudar o fundo e virar para o outro lado.

Você pode virar com a ajuda da espátula ou se sentir segurança vire a la franceses jogando pro alto… é um charme a parte! Hahahhaha

Quando virar, se ainda estiver cru, vire outra vez deixando cozinhar mais!

esse é o "cozimento" perfeito

Não reparem que a Ju é meio bagunceira!

Bom, enquanto o outro lado cozinha, já é a hora de colocar o recheio!!!

Vale de tudo: se você está improvisando vale colocar só requeijão, ou queijo ralado.

Se for um jantar com convidados dê uma caprichada e compre umas variedades!

A Tali comprou vários tipos de queijo (cheddar, provolone em requeijão, mussarela, mussarela de buffalo, catupiry), presunto, azeitona e champignon. E pra sobremesa: morango, banana, doce de leite e nutella (não podia faltar – gostinho de Paris).

A Laila por exemplo adoraria um recheio de cheddar cremoso na frigideira com cebola e shoyo!

Bom, voltando!

Depois de colocar o recheio, dobre o crepe ao meio. Se perceber que a massa ainda não está douradinha deixe um pouco mais na frigideira e vire os lados para não queimar só de um lado.

Pronto! Crepe pronto!

colocando nutella hmmmm

Se você fizer a receita do 3x3x3 dá uns 14 crepes mais ou menos!

Observações importantes:

– o 1º crepe da leva (depois de botar a manteiga e a 1ª concha) normalmente fica horrível e é difícil de pegar a forma e consistência porque a frigideira ainda não está muito quente e fica oleoso por causa da manteiga derretida. Eu costumo jogar fora o 1º e tentar de novo! :)

– Cada fogão tem uma potência, cada frigideira tem um tamanho, e blábláblá. Por tanto fiquem atentas a cada passo e aprenda o timing perfeito do seu crepe. Em cada lugar o timing é diferente!

Et Voilà!

Crepes facílimos e deliciosos ;)

Bon apetite! E contem pra gente como ficou!

Beijos

Ju* e Tali*

9 Comentários

Arquivado em culinária